como-andar-de-moto-no-frio-com-saude-e-seguranca

Como andar de moto no frio com saúde e segurança?

A sensação de liberdade ao pilotar sobre duas rodas não tem preço. Porém, as baixas temperaturas podem ser grandes inimigas quando não utilizamos o equipamento correto ou não nos vestimos adequadamente. Por isso, separamos dicas valiosas para você que quer andar de moto no frio com saúde e segurança, e se nega a deixá-la guardada na garagem.

Aliás, para fazer ter uma boa experiência na estrada, não deixe de conferir as 4 dicas básicas que todo motociclista precisa saber.

CUIDE DAS EXTREMIDADES

A primeira resposta dada pelo corpo ao frio é a lentidão nos reflexos de mãos e pés. Naturalmente, o organismo humano entende que precisa preservar os órgãos vitais – como o coração e o pulmão – em situações de baixa temperatura, o que o leva a retirar o sangue das extremidades e, consequentemente, enrijecê-las. Quem pilota sabe que isso é um inconveniente na hora de frear ou desviar de imprevistos.

Vista luvas forradas. As mais finas não barram totalmente o frio, mas ajudam a manter a sensibilidade das mãos. As mais grossas protegem totalmente, porém trazem dificuldades para alguns comandos. Cada piloto deve escolher o equipamento que melhor se adaptar ao seu dia-a-dia.

AGASALHE-SE CORRETAMENTE

  • Botas de cano alto ou polainas impedem a entrada do vento por baixo da calça;

  • Segunda pele mantém o calor e torna baixo o risco de hipotermia;

  • Jaquetas com forro térmico são as melhores amigas dos pilotos de moto. As resistentes à água, principalmente;

  • Balaclava protege o ouvido e a garganta, mas a respiração pode embaçar a viseira do capacete. Neste caso, é importante utilizar um material anti embaçante.

Lembre-se: Roupas quentes nem sempre são equipamentos de proteção. Dispensar atenção a esse quesito pode, inclusive, salvar a vida de quem anda de moto no frio.

ALIMENTE-SE BEM E BEBA ALGO QUENTE

Comidas e bebidas quentes e calóricas são aliadas de quem quer andar de moto no frio. São esses alimentos que fazem o corpo produzir energia e auxiliam na preparação para encarar as baixas temperaturas.

DEU CÃIMBRA!? SAIBA O QUE FAZER

A cãimbra é outra vilã quando o assunto é andar de moto no frio. Durante longos percursos, o piloto não pode esquecer de sempre movimentar mãos e pés. Parar e alongar-se também é uma boa pedida para relaxar o corpo. Nesses momentos, a pressa pode ser inimiga do conforto e tornar a viagem péssima.

FRIO + CHUVA: UMA COMBINAÇÃO NADA AGRADÁVEL

Invista em uma capa de chuva. A baixa sensação térmica provocada pela combinação frio e chuva traz um risco enorme de hipotermia.

AJA COM BOM SENSO!

Alguns acessórios, apesar de não serem proibidos por lei, não são indicados para quem anda de moto no frio. Ponchos e cachecóis, por exemplo, podem provocar enforcamento pela facilidade de desenrolarem-se ou desprenderem-se do corpo do piloto e de quem está na garupa.

Imagine a seguinte situação: em um dia de temperaturas baixas, o simples fato de estar parado já provoca dor. Em movimento, a sensação térmica diminui ainda mais o que pode tornar a experiência de andar de moto traumatizante. Então previna-se e proteja-se. O custo da segurança torna-se alto, mas é indispensável!

Percebeu o quanto é importante investir em equipamentos de proteção contra o frio? Aqui na Geração Boutique você encontra tudo o que precisa, com os melhores preços do mercado.